GRUPO PATAMAR CORP - SUCURSAL EM PORTUGAL
AVENIDA DOUTOR ANTUNES GUIMARÃES, 178 4100-073 Porto Porto, Portugal
226104121 226109450 geral@patamar.pt PATAMAR, MARKETITUR, MIDAS. 449117364
José Miguel Gomes Monteiro
17-04-2012
Porto
5 1
980471877
Os cookies ajudam-nos a oferecer os nossos serviços. Ao utilizar a nossa página, concorda com a nossa política de cookies. Saiba Mais
8-8-2019

ACESSIBILIDADE AO ALGARVE NÃO VAI SER AFETADA COM ENCERRAMENTO DA BASE DA RYANAIR, DIZ PRESIDENTE DA REGIÃO


A Ryanair vai encerrar a base de Faro em janeiro de 2020, e despedir cerca de 100 trabalhadores, revelou à Lusa a presidente do sindicato dos tripulantes.
Contactado pela agência noticiosa, o presidente do Turismo do Algarve disse que, a confirmar-se esta informação, a acessibilidade à região não vai ser afetada, uma vez que a operação da companhia aérea vai ser mantida.
O que, na opinião de João Fernandes, irá acontecer é um reajustamento das rotas, para que a tripulação da Ryanair não tenha de pernoitar em Faro, como acontece atualmente, mas “não está em causa a operação”.
“Há no entanto a lamentar a perda de emprego qualificado na região”, salientou João Fernandes, esclarecendo que há cerca de 100 trabalhadores da Ryanair fixados em Faro na altura do inverno e mais de 200 durante o verão.
O presidente do Turismo do Algarve relembrou que as companhias aéreas ‘low cost’ têm uma representação significativa no aeroporto da região.
Só a Ryanair representa “quase 30% do ‘share’ do aeroporto de Faro”, segundo João Fernandes.
De acordo com a presidente do Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC), Luciana Passo, a comunicação foi feita por uma diretora de recursos humanos da Ryanair que esteve em Faro para anunciar o encerramento.
Contactada pela Lusa, a Ryanair recordou o comunicado de 16 de julho, em que indicava que “algumas das bases da empresa serão reduzidas ou fechadas este inverno”.
Estas conversações, de acordo com a Ryanair, estão a realizar-se nas bases afetadas e não irão implicar corte ou redução de rotas.
A presidente do SNPVAC defendeu que “importa agora saber quais os contratos que Ryanair fez com o Governo, que benefícios teve e se valeu a pena” e lamentou que a greve possa ser usada para justificar este encerramento.
Recorde-se que os tripulantes da Ryanair anunciaram uma greve entre 21 e 25 de agosto, em protesto para que seja cumprida a legislação laboral portuguesa.
ACESSIBILIDADE AO ALGARVE NÃO VAI SER AFETADA COM ENCERRAMENTO DA BASE DA RYANAIR, DIZ PRESIDENTE DA REGIÃO


FIM DE semana de Boas-vindas

Torne-se nosso associado e usufrua de um fim de semana de boas-vindas num hotel à sua escolha

+ INFO

Semana Anual

Torne-se nosso associado e usufrua de estadia num hotel à sua escolha todos os anos durante uma semana

+ INFO